92ª Corrida de São Silvestre, a ser realizada em 31 de dezembro de 2016, segue com inscrições abertas

Prazo vai até o final de novembro, mas poderá encerrar antes se o limite de 30 mil atletas for atingido

São Paulo (SP) -
Final de ano é sinônimo de Corrida Internacional de São Silvestre que, este ano, realizará sua 92ª edição. A mais tradicional e importante prova de rua da América Latina fechará, no dia 31 de dezembro, um ano esportivo especial, embalado pelo sucesso dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016. Por isso, a festa esportiva promete ser ainda mais empolgante para milhares de atletas de todo o país e também do exterior. Antes mesmo de iniciarem os 15 km da prova, os corredores precisam é garantir seu lugar no evento.

O prazo para inscrições terminará no dia 30 de novembro, ou quando o limite de 30 mil atletas for atingido, conforme prevê o regulamento. Os atletas interessados em participar poderão se inscrever pelo site
www.saosilvestre.com.br e já se prepararem, ou darem seqüência ao treinamento para o desafio por ruas e avenidas  da capital paulista. 

Vamos ao que interessa: $. Custo e insenções!

O valor das inscrições é R$ 160,00.

Idosos acima de 60 anos pagam a metade, R$ 80,00, conforme Estatuto do Idoso, lei 10.741 de 1 de outubro de 2.003, artigo 23.

Existe a inscrição de cortesia para programas com fins sociais e/ou serviço público.

Para participar das elites A e B é necessário se enquadrar nos tempos determinados pela organização nas seguintes provas: Maratona de São Paulo, Meia Maratona de São Paulo, Meia Maratona do Rio, Volta da Pampulha, Corrida Eu Atleta e São Silvestre.

 Detalhes sobre a prova de 2016
A largada será na Avenida Paulista, altura da rua Frei Caneca, e a chegada em frente ao prédio da Fundação Cásper Líbero. A programação no dia da prova começará cedo. O pelotão de elite feminino terá sua largada às 8h40. Logo em seguida, às 9h, será a vez do pelotão de elite masculino, pelotão especial (masculino e feminino) e atletas em geral. Cadeirantes e atletas com deficiência terão seus horários definidos posteriormente.

A retirada do kit e do chip acontecerá nos dias 27, 28 e 29 de dezembro das 9h às 19h, e no dia 30 de dezembro, das 9h às16h, no Ginásio Estadual Geraldo José de Almeida - Rua Manoel da Nóbrega, 1361, em São Paulo. O atleta deverá comparecer pessoalmente. Para retirada por terceiros, verificar o regulamento da prova no site oficial do evento.

Mais informações no site
www.saosilvestre.com.br

 

 

TREINO DE CORRIDA - SÃO SILVESTRE

Prof. Carlos Gomes Ventura, técnico bicampeão da São Silvestre, 1980 e 1985.

O benefício para a saúde, a tecnologia, as premiações, a visibilidade, a mídia e o comércio fomentado pelos eventos provocaram aumento do número de corridas e de empresas e comerciantes interessados em investir e lucrar.

Esses e outros motivos fazem com que o número de corridas e de corredores de fundo no Brasil seja grande e a tendência é aumentar.

A Corrida de São Silvestre é a mais antiga corrida de rua do país. O número de inscritos está estipulado em 30 mil, quantidade maior do que a população de muitas cidades, e acrescentando-se o público, o total não caberia em uma arena construída para a Copa do Mundo.

 Os participantes de antigamente geralmente não eram praticantes assíduos. Hoje, muitos têm equipes interdisciplinares a seu dispor, inclusive os amadores, e correm a SS e outras competições sem os problemas oriundos da prática incorreta.

É importante ter um treinador, porém, nem todos têm mas querem participar. Devem participar e treinar corretamente, pois o grande inimigo do ser humano é a inatividade.

Correr é uma atividade física benéfica, porém, praticar de forma inadequada ou visando apenas competir pode ser prejudicial.

Querer vencer corrida de longa distância de alto nível sem treinamento específico é ilusão. Pique de 50 metros na velocidade de um campeão é possível porque é corrida anaeróbia, mas prosseguir os 15 km é impossível, pois, entre outros quesitos, é necessário o condicionamento aeróbio, que é obtido por longos treinos. Mesmo condicionado, há outros fatores, como biótipo, que fazem um campeão.

Observe na largada da São Silvestre que incautos que desconhecem esse fato largam velozmente, atropelando e machucando quem está na frente, e param logo na esquina, alguns passando mal.

Como a SS é uma corrida famosa, o glamour provoca ansiedade que precisa ser contida para que corra conforme seu condicionamento.

A criança quando cresce começa a adquirir vícios de postura, de movimentos, medos. O cotidiano pode fazer com que se torne um adulto sedentário, obeso. Quando decide treinar para eventos esportivos, além de treinador para corrigir os erros e aprimorar, é necessário consultar um médico, pois, além de lesões, até morte súbita é provável em uma corrida com tamanho destaque.

O coração é um músculo involuntário que funciona autonomamente, apesar disso, podemos provocar sua hipertrofia por meio de exercícios. Assim é possível percorrer longas distâncias, obter saúde, não correr riscos e até conseguir bons resultados, se for esse o objetivo.

O segredo para o corredor de fundo ter um coração hipertrofiado saudável é fazer corridas longas e lentas que denominamos steady state.

Há fundista querendo se superar nos treinamentos correndo em ritmo muito forte. Todo corredor de longas distâncias deve saber como é importante correr lentamente.

Cabe ao técnico corrigir movimentos, posturas, dentro das características individuais de cada atleta e para isto os educativos de corrida são fundamentais.

No movimento da corrida o ângulo do corpo é importante para o equilíbrio.

Deve-se dar condição da cabeça aos braços, ombros, joelhos para que o corpo adquira uma postura correta.

Um bom corredor de longas distâncias, mesmo não sendo um campeão, deve possuir algumas características:
dedicação plena sem ser fanático, determinação, otimismo, equilíbrio emocional, honestidade, segurança no que faz e disciplina acima de tudo.

O corredor de fundo deve sempre levar em conta o sono e períodos de repouso, que são tão importantes quanto os treinos.

Treine corretamente e participe da São Silvestre e de outras centenas de corridas no país, como também as internacionais.

Bons treinos e boas corridas com muita saúde e qualidade de vida.